Acidente e morte na Indy

Postado por -

O final de semana em Las Vegas, nos Estados Unidos, deveria ser marcado por comemoração e muito champagne, porém, um trágico acidente envolvendo 15 carros, terminou na morte do piloto inglês Dan Wheldon de 33 anos de idade, e terminando com a prova.

O piloto foi retirado às pressas da pista e seguiu e um helicóptero para o hospital mais próximo, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Em homenagem ao piloto, todas as equipes e pilotos que ainda restaram, prestaram um tributo ao campeão. Os carros se alinharam na pista 3 a 3 e deram cinco voltas no circuito. Todos os envolvidos na provas ficaram ao lado da pista assistindo ao pelotão de carros, em silêncio e com lágrimas rolando do rosto (assista o tributo à cima).

Além do piloto inglês, se envolveram no acidente os pilotos: JR Hildebrand, Townsend Bell, Jay Howard, Tomas Scheckter, Charlie Kimball, Paul Tracy, EJ Viso, Alex Lloyd, Pippa Mann, Will Power e Buddy Rice.

Todos os pilotos que passaram com seus carros pelo local do acidente, disseram que a cena mais parecia uma cena de guerra ou de filme de ficção. Pedaços de carros por todos os lados pista cheia de carros de socorro, fogo e fumaça saindo dos carros.

""

O piloto inglês Dan Wheldon já foi campeão da Indy em 2005 e estava correndo a sua terceira prova na temporada. Em uma delas, a famosa Indy 500, ele venceu após uma batida na última volta do GP. Para o ano que vem, ele era cotado para substituir Danica Patrick na Andretti Autosport. Ao total, foram 16 vitórias nos seus nove anos de carreira.

Dan Wheldon deixa esposa e dois filhos, um de 2 anos e outro de 7 meses.

A última morte na F-Indy havia sido em 2006, quando o piloto Paul Dana se envolveu em um acidente durante treino de aquecimento em Miami. Em corrida, o último acidente fatal havia ocorrido com o canadense Greg Moore no GP de Fontana em 1999.

Assim como nessa matéria, para outros sites ou colunas especializadas no automobilismo, o que menos importa é o tetra-campeonato de Dario Franchitti, que não esboçou nenhuma comemoração e declarou: Agora mesmo estou paralisado e sem palavras. Um minuto você está brincando com ele na introdução dos pilotos e no seguinte ele se foi. Ele tinha seis anos quando o conheci. Era um garotinho, e logo depois disto era meu companheiro”.

O escocês chegou à última prova disputando o título com Will Power. O piloto da Penske foi um dos 13 envolvidos no acidente da 12º volta em Las Vegas. Com o abandono, Franchitti foi declarado o campeão, já que tinha 18 pontos de vantagem na tabela. Apesar do anuncio, a categoria ainda não divulgou a classificação final da prova.

Fonte: NULL

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.