Algo de errado no reino do Grande ABC

Postado por -

O Grande ABC paulista tem uma cultura automotiva peculiar. Embora a graxa e motores façam parte do nosso DNA, nem sempre é algo que celebramos em conjunto. Por mais esforços que se façam. De alguma forma provocamos o diálogo, mas este não acontece com fluidez. De modelo clássico inglês branco ao exemplar urbano rosa pantera, há um espaço grande entre um e outro, ainda que estejam lado a lado.

9a Exposição Anual de Autos Antigos e Especiais de São Caetano do Sul

Vista da 9a Exposição Anual de Autos Antigos e Especiais de São Caetano do Sul (Foto: Nanda Alvarenga)

Nos anos 50 do século passado algumas importantes marcas mundiais instalaram suas primeiras unidades fora dos países de origem (como Toyota e Volkswagen). “Uau!”, certo? Pois é, soma-se a isso a Ford, GM, Chrysler, Willys, minha linda carrocieri Karmann-Ghia, além de esforços da indústria nacional como MP Lafer, Brasinca, Puma, DKW Vemag, entre outros.

Mas num evento anual, que está em sua 9ª edição, cadê os carros antigos? No solo sagrado para a indústria automotiva brasileira, parece que a memória e a paixão comum são pequeninas diante de problemas maiores. Será? Em janeiro deste ano (2015) morreu Márcio Piancastelli, pai do SP2 e Brasília, e não vi nada mencionando isso ao lado dos exemplares presentes. Tão pouco notei alguma homenagem aos 50 anos do Aruanda, projeto de vanguarda de Ari Rocha, “o cara” quando se fala de mobilidade urbana no mundo!

SP2, o mais belo Volkswagen

SP2: “O mais belo Volkswagem”, projeto de Marcio Piancastelli, falecido em janeiro deste ano. (Foto: Nanda Alvarenga)

Fora as decepções pessoais, ou por causa delas, vieram as indagações: Por que deixar o clássico na garagem ao invés de desfilar com ele e fazer a alegria de mais gente? Há questões políticas neste evento e é natural discordar, afinal trata-se do uso público de um parque público mas não são todos que podem fazê-lo. Sabemos que pessoas são pessoas e conflitos de egos são recorrentes, mas isso é maior que amizades? Ouvi: “São Pedro mandou chuva na sexta e sábado e desanimou a galera”, só que domingão Pedrão foi bacana e mandou um belo dia de sol; “Ah misturar clássicos com especiais não tem nada a ver”, sério?; “Participo de outros eventos, não dá para ir em todos”, nem quando é no jardim da sua casa? O Parque Chico Mendes estava cheio de gente que veio enferrujar-se. Quem não, acabou encantando-se.

Custom, hot, rust... em São Caetano

Custom, hot, rust… Especiais na 9a Exposição Anual de Autos Antigos e Especiais de São Caetano do Sul (Foto: Nanda Alvarenga)

Enfim desculpas há, mas justificativas não. Tem algo de muito errado no reino do Grande ABC.

(Fotos: Nanda Alvarenga)

 

Maverick

Maverick bonitão (foto: Nanda Alvarenga)

 

Galaxie Clube

Galaxie Clube e seus luxuosos exemplares. (Foto: Nanda Alvarenga)

 

Reumatismo Car Club

Carros do Reumatismo Car Club. (Foto: Nanda Alvarenga)

 

Land Rover

Robusta Land Rover, pronta para grandes desafios (Foto: Nanda Alvarenga)

 

Semelhança não é mera coincidência.

Semelhança não é mera coincidência. Irmãos por parte de pai: Ferdinand Porsche. (Foto: Nanda Alvarenga)

 

Rust! Especiais na 9a Exposição de São Caetano

Ferrugem faz bem! Especiais no 9a Exposição de São Caetano. (Foto: Nanda Alvarenga)

 

Detalhe: "Ferrugem não é crime". Super!

Detalhe: “Ferrugem não é crime”. Super! Especiais no 9a Exposição de São Caetano. (Foto: Nanda Alvarenga)

 

Copa Clássicos de Competição

Copa Clássicos de Competição na 9a Exposição Anual de São Caetano do Sul (foto: Nanda Alvarenga)

 

Busger

Praça de Alimentação com vários Food trucks, valeu o click do “Busger”. (Foto: Nanda Alvarenga)

A Fer Alvarenda é uma das jornalistas do antigomobilismo mais queridas e conhecidas do Brasil. Em suas veias corre ferrugem, no "antigomobilismo sentido".