Chega ao Brasil o primeiro Audi de R$ 1 milhão: o superesportivo R8 GT

Postado por -

Pela primeira vez na história da marca, a Audi lança um carro de R$ 1 milhão no Brasil, o superesportivo R8 GT. A produção do modelo está limitada a 333 unidades, 3 para o mercado brasileiro. Cada unidade do superesportivo traz um número individual de produção sobre a alavanca de câmbio. A novidade chega ao País na segunda quinzena deste mês.

Mais leve, mais potente, mais cativante – a performance do novo R8 GT é de tirar o fôlego. A versão top de linha entre os superesportivos desenvolve 560 hp de potência. O R8 GT acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,6 segundos e atinge 320 km/h de velocidade máxima.

 Graças  às novas tecnologias da marca para redução de peso, chave no R8 GT, o carro ficou 100 kg mais leve que a versão convencional e pesa somente 1.525 kg. A carroceria Audi Space Frame (ASF) passou por um alívio de peso, além de usar painéis de alumínio. Os engenheiros da Audi também reduziram o peso de alguns componentes da transmissão, além de rodas e freios em cerâmica. No interior, os bancos de competição com quatro pontos de fixação contam com uma estrutura de fibra de vidro reforçada com fibra de carbono, resultando em uma redução de peso de 31,5 kg em relação aos bancos originais do R8 V10 5.2 FSI quattro.

 Até o para-brisa do R8 GT é mais fino. Policarbonato foi aplicado na separação do habitáculo e do compartimento do motor, bem como na sua cobertura, feita com fibra de carbono reforçada com plástico. O sistema de freio de carbono/cerâmica também foi aliviado, bem como detalhes como o coletor de admissão e isolação do motor, até tapeçaria. Cada peça foi devidamente  analisada e criteriosamente trabalhada, visando além da redução de peso, maior resistência ao desgaste.

 O design do R8 GT é a mais pura expressão de beleza, agressividade e esportividade. Foram várias modificações na parte externa, a maioria delas para redução de peso e criar uma identidade própria para o Grand Tourismo que traz diversos componentes do Audi R8 LMS (Le Mans Séries) que participa das corridas de GT3. Como resultado, o novo R8 GT produz mais pressão aerodinâmica, sem piorar seu coeficiente de penetração ou ampliar a sua área frontal.

 As modificações na traseira também são marcantes, começando pelo aerofólio fixo em fibra de carbono. As saídas de ar do motor central foram redesenhadas, bem como o para-choque que integra maiores saídas de ar de escapamento e das rodas e dos freios traseiros. O grande difusor é feito em fibra de carbono, formando um conjunto atraente com a iluminação traseira das lanternas em LED.

 Motor e transmissão

 A força oferecida pelo modelo top de linha da família R8 é fantástica. O motor 5.2 V10 conta com bloco de alumínio e a moderna injeção direta de combustível FSI. A lubrificação por cárter seco garante a quantidade certa de óleo mesmo em acelerações laterais e durante velocidade máxima do esportivo. Com sua central eletrônica modificada, o motor produz 540 Nm (55,1 kgfm) de torque a 6.500 pm, e sua potência máxima é de 560 cv a 8.000 rpm.

 O R8 GT acelera de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos e alcança a velocidade máxima de 320 km/h. A cada acelerada, o motor impressiona pela força, sem contar o som inconfundível de um motor Audi de dez cilindros.

 O superesportivo sai de fábrica com um sistema de transmissão automatizado de seis marchas (R tronic), troca automática ou mesmo manual, por meio de borboletas atrás do volante ou da alavanca de câmbio. Em altas rotações, a troca de marcha leva apenas um décimo de segundo. Destaque também para o controle de saída (launch control), que juntamente com o controle de tração quattro garante o ponto certo do motor para uma arrancada mais rápida. O sistema de tração integral quattro concentra sua força no eixo traseiro, mas, caso seja necessário, o sistema envia força extra para o eixo dianteiro. Em conjunto com o diferencial traseiro, ele providencia tração, estabilidade e melhor rolagem para o R8 GT.

 A suspensão também foi desenvolvida visando o alto desempenho: com barras de alumínio em forma de triângulo, proporcionando uma direção muito mais sensível ao R8 GT. As rodas de aro 19 trazem desenho exclusivo e usam pneus 235/35 ZR na frente e 305/30 ZR atrás. O sistema de freios conta com largos discos de cerâmica com fibra de carbono, que seguram o ímpeto do superesportivo com facilidade. O sistema de controle de tração ESP trata de manter o R8 na rota, mas pode ser desligado de acordo com a preferência do condutor.

 Interior e equipamentos

  Atenção especial merece também o interior do novo R8 GT, que traz comandos muito bem posicionados. Há muito espaço para os dois ocupantes, alem de três compartimentos para transporte de bagagem atrás dos bancos. O porta-malas dianteiro tem capacidade para levar até 100 litros.

O interior é preto e traz detalhes nas cores cinza titânio e vermelho. O revestimento de Alcântara está nos bancos, no volante e também nas colunas do para-brisa. A Audi oferece também revestimento de couro de altíssimo padrão, além de instrumentos com fundo branco e o logotipo GT na cor vermelha. Uma estrutura reforçada de fibra de carbono também está disponível.

 A Audi oferece o novo R8 GT muito bem equipado. O superesportivo sai de fábrica com faróis e lanternas de LED, bem como sistema de ar-condicionado automático, sistema de navegação, alarme e computador de bordo.

 O sistema de som é Bang & Olufsen, com conexão Bluetooth e microfones espalhados pela cabine, para que o motorista possa efetuar ligações sem tocar no celular.

Fonte: Audi press

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.