Circuito de Campo Grande traz desafios diferentes para os pilotos da GT Brasil

Postado por -

A etapa inédita do Itaipava GT Brasil em Campo Grande (MS), que será disputada neste fim de semana, é mais um capítulo interessante na disputa pelo título da Itaipava GT4. São três duplas na briga direta, mas os oito primeiros colocados ainda têm chances matemáticas na temporada 2011. A diferença entre os três primeiros na tabela é de 27 pontos – sendo que a cada etapa estão em jogo 40.

Cristiano Federico e Caio Lara lideram de Ferrari Challenge, seguidos por Fábio Greco e Valter Rossete de Maserati Gran Turismo e Alan Hellmeister e Sérgio Laganá, agora de Aston Martin Vantage. Cristiano Federico acredita que a pista de Campo Grande representa um desafio para os pilotos da Itaipava GT4. “O asfalto do autódromo é muito abrasivo e por estar localizado em um espaço aberto e com fortes ventos vem muita terra para a pista”.

“É importante ser rápido, mas sem sair do traçado ideal, porque o desgaste de pneus pode ser ainda maior e o rendimento fica prejudicado”, avalia Cristiano Federico. Caio Lara nunca pilotou em Campo Grande. “Será a minha primeira vez lá, uma pista que é bem diferente das outras, então nossa idéia é manter a constância que tivemos até agora para segurar, ou até ampliar, a liderança no campeonato”.

“Mas sabemos que não será fácil e que vamos enfrentar forte concorrência durante o fim de semana”, comenta Caio Lara. Outro piloto que nunca andou no circuito é Fábio Greco, parceiro de Valter Rossete. Eles ocupam a vice-liderança. “Eu tive a oportunidade de andar uma vez de carro de rua lá, mas já faz algum tempo. Espero fazer duas boas corridas ao lado do Valter e conseguir diminuir esta vantagem de oito pontos dos líderes”.

“Precisamos correr atrás de um bom acerto, por isso será importante aproveitar todos os treinos. Além disso, estamos brigando pelo título de equipes, que é muito importante, então conto com a ajuda do Valter Pinheiro e do Leo Burti, nossos companheiros de box e amigos, para somar mais pontos e trocar informações sobre a pista, já que ambos têm experiência lá”, fala Fábio Greco.

Alan Hellmeister e Sérgio Laganá, que vinham pilotando um Ferrari Challenge nesta temporada, não escondem a expectativa para a possível estreia do novo Aston Martin Vantage. “O carro já está no Brasil, chegou semana passada, mas infelizmente ainda estamos dependendo de algumas peças de reposição para poder correr com ele. Mas acredito que até quarta-feira (19) estará tudo resolvido”.

“Se não for possível, vamos correr com o Ferrari Challenge mesmo, mas não é esta a nossa idéia. De qualquer forma, confio que estaremos na briga pela vitória”, revela Alan Hellmeister. Serão duas corridas no fim de semana, a primeira no sábado (22) e a outra no domingo (23). Os carros do Itaipava GT Brasil largam juntos, mas têm resultados separados de acordo com a potência, com divisão entre as classes Itaipava GT3 e Itaipava GT4.

Fonte: GT Brasil press

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.