Depois de ganhar Capacete de Ouro, Cris Federico e Caio Lara querem o título da GT4

Postado por -

Premiados na votação feita pelos jornalistas e por seus resultados na temporada, eles iniciam trabalho para buscar os dois pontos que faltam para a conquista.

São Paulo (SP) – A primeira importante conquista da temporada dos pilotos Cristiano Federico e Caio Lara veio justamente na semana decisiva do Itaipava GT Brasil. A dupla da Equipe ATW/BVA conquistou o Capacete de Ouro, maior e mais cobiçada premiação do automobilismo brasileiro. Promovido pela Revista Racing, o Capacete é uma indicação dos jornalistas aliada à pontuação dos melhores de cada categoria durante a temporada. Cris e Caio já asseguraram o título fora das pistas e agora, neste próximo final de semana em Interlagos, eles correm atrás dos dois pontos necessários para garantir a conquista da GT4.

"Estamos focados nos dois pontos que precisamos para nos tornarmos campeões da GT4. Esse é o nosso principal objetivo e sabemos que temos de trabalhar muito para isso. Como conquistamos uma vantagem de 38 pontos desde o início da temporada, agora podemos correr de olho na dupla que é a nossa única adversária", explica Cristiano Federico.

Para Caio Lara, existe a possibilidade de a Equipe ATW/BVA comemorar o título já no final da primeira corida da décima rodada dupla de 2011, mas ele também reconhece que será necessário muito trabalho para levar o Aston Martin Vantage aos sonhados pontos. Eles têm 264 pontos contra 226 de Valter Rossete e Fábio Greco, que precisam ganhar as duas provas, marcar 40 pontos e torcer para Cris e Caio deixarem de pontuar nas duas corridas.

"Tudo é na teoria e por isso precisamos garantir o que falta para conquistarmos o título. Seria bom que marcássemos dois ou mais pontos ainda no sábado, para domingo podermos fazer uma corrida mais descontraída. Mas vamos manter a concentração nos treinos de sexta, pois todos os pilotos conhecem bem a pista de Interlagos, que não tem segredos para ninguém", disse Caio.

O outro carro da ATW/BVA, o também Aston Martin Vantage, será pilotado por Osvaldo Federico e Rodrigo Navarro. Osvaldo deixou de correr as duas últimas etapas para emprestar o carro para o filho Cristiano, o que mostrou ser uma decisão acertada, pois eles venceram duas vezes, fizeram um segundo lugar e abandonaram na outra, depois de o carro dos líderes ter sido atingido pela Maserati de Rossete.

"Será muito bom poder voltar às pistas justamente em Interlagos. Melhor ainda com a possibilidade de o Cris e o Caio conquistarem o título. Se isso acontecer, saberei que dei uma pequena ajuda a eles", brinca Osvaldo Federico.

Fonte: ZDL

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.