Ferrari leiloada por R$ 70 milhões se torna carro mais caro do mundo

Postado por -

Nada menos que trinta e cinco milhões de dólares, algo próximo de 70 milhões de reais, foi o valor pago por um colecionador privado por uma Ferrari 250 GTO de 1962, estabelecendo assim um novo valor máximo mundial em leilões de veículos clássicos.

Esta verdadeira ‘obra de arte’, fabricada em 1962, foi construída para Sir Stirling Moss, o mais famoso piloto de Fórmula 1 que nunca chegou a ganhar o campeonato. Infelizmente, o piloto nunca teve a oportunidade de o conduzir, devido a um grave acidente no circuito de Goodwood, em Sussex, no dia 23 de abril de 1962. 

O acidente, que colocou Moss em coma durante um mês e parcialmente paralisado do lado esquerdo durante seis meses, acabou por ditar a sua carreira de piloto.

Pintado com a cor verde água que distinguia a equipa de Moss, esta emblemática peça rara foi uma das 39 unidades GTO produzidas entre 1962 e 1964.

O recorde anterior, também da Ferrari, pertencia a outro 250, um 250 Testa Rossa de 1957, vendido no ano passado por um valor em torno dos 11,4 milhões.

Leia também:

Presidente da Ferrari desconversa sobre futuro de Felipe Massa

Nissan estreia Juke Nismo em Le Mans

Gato fica preso no motor de carro durante horas de viagem

Fonte: Autoportal/Portugal

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.