Ferrari pede desculpas à China por marcas de pneus em muralha

Postado por -

As marcas de pneus deixadas por um automóvel Ferrari em um evento promocional nas muralhas históricas da cidade de Nankin (leste da China) provocaram a fúria de vários chineses e levaram a montadora italiana a pedir desculpas.

A Ferrari foi alçada à parte superior da muralha por uma grua e no local fez várias manobras, deixando as marcas de pneus sobre as pedras, segundo um vídeo que mostra agentes de limpeza tentando, em vão, limpar as marcas.

O carro é uma edição especial da Ferrari 458 Itália avaliada em seis milhões de yuanes (733 mil euros).

A Ferrari pediu desculpas em um comunicado, no qual afirma que respeita a cultura chinesa e tenta resolver os problemas criados por sua distribuidora, Kuaiyi Automobile.

A área manchada da muralha fica próxima da Porta da China – usada nas cerimônias do período imperial – e data da dinastia Ming (1368-1644). É um dos setores mais bem preservados da cidade.

"Não podemos tolerar que a Ferrari utilize a antiga porta da cidade para um espetáculo e a danifique. Se não respeita a cidade, não merece ficar aqui", escreveu um morador de Nankin em um microblog.

O incidente destacou o crescente ressentimento na China contra o luxo às vezes ostentoso ligado à marca esportiva. O município de Nankin também repreendeu os organizadores do evento, alegando que o mesmo não havia sido autorizado.

Um especialista ouvido pela agência oficial Xinhua afirmou que o "dano estrutural é, talvez, invisível no momento, mas é muito real".

Leia também:

Nissan patrocina projeto de formação de atletas para vôlei de praia

Toyota começa a vender novos modelos do Corolla no Japão

Alonso domina 1º treino livre em Barcelona; Massa fica em 12º

Fonte: noticias.terra

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.