Fittipaldi sobe ao pódio e é o melhor brasileiro nas 24 Horas de Daytona

Postado por -

Equipe Action Express foi a terceira colocada na prova norte-americana, que teve dobradinha da Chip Ganassi

A temporada 2011 começou muito bem para o brasileiro Christian Fittipaldi. O piloto subiu ao pódio neste domingo (dia 30) na disputa da 49ª edição das 24 Horas de Daytona, tradicional prova de endurance que abre o calendário do campeonato Grand-Am nos Estados Unidos. Ao lado do italiano Max Papis, do português João Barbosa e dos norte-americanos Terry Borcheller e JC France, Fittipaldi integrou a equipe Action Express e pilotou o Porsche/Riley de número 9, que cruzou a linha de chegada na terceira posição.

Após 720 voltas, a vitória ficou com o carro de número 1 da Chip Ganassi, um Ford/Riley, pilotado por Scott Pruett, Memo Rojas, Joey Hand e Graham Rahal. O quarteto venceu com dois segundos de vantagem para o segundo carro da equipe, guiado por Scott Dixon, Juan Pablo Montoya, Dario Frachitti e Jamie McMurray. Foi a quarta vitória em seis anos para a equipe Chip Ganassi nas 24 Horas.

Campeã em 2010, a Action Express disputou as voltas finais com Barbosa no comando do carro de número 9. O português foi pra cima do segundo colocado na última volta da corrida, depois que uma bandeira amarela no final da prova permitiu apenas uma volta verde para a decisão. O piloto cruzou a linha de chegada menos de três décimos de segundo atrás do carro vice-campeão.

Campeão da prova em 2004, Fittipaldi foi o melhor brasileiro na edição de 2011. Ricardo Zonta terminou a prova em sexto lugar, Oswaldo Negri Jr. foi o 10º colocado e Raphael Mattos, o 11º.

Após ter ficado de fora da Grand-Am desde 2008, Fittipaldi estava feliz com o seu retorno à Daytona. "É como andar de bicicleta. Depois que você aprende, nunca mais esquece", brincou, antes de analisar a participação na prova. "Foi tudo ótimo, um pouco de acordo com o que já imaginávamos. Tivemos alguns probleminhas durante a corrida, mas que não teria mudado o resultado final. Faltou um pouco de velocidade para o nosso carro. Como eu já havia dito após os treinos, nós não éramos os mais rápidos na pista", lembrou o piloto, que pretende voltar à Daytona em 2012.

"Estou muito feliz por fazer parte da equipe. É como uma família, conheço muitas pessoas deste grupo há muito tempo, são pessoas extremamente competentes e espero estar de volta no ano que vem para brigarmos pela vitória", finalizou Fittipaldi, que pilotou por cerca de seis horas. O piloto foi três vezes para a pista e pilotou aproximadamente duas horas em cada uma delas.

Nas 720 voltas disputadas, a corrida teve 125 voltas sob bandeira amarela. Um dos fatos marcantes foi a forte neblina que tomou conta da pista, após 2/3 da disputa, e manteve a prova "neutralizada" por quase três horas.

Os 10 primeiros colocados na 49ª edição das 24 Horas de Daytona:

1. Hand/Pruett/Rahal/Rojas Ganassi R/B 720 laps
2. Dixon/Franchitti/McMurray/Montoya Ganassi R/B + 2s070s
3. Barbosa/Borcheller/Fittipaldi/France/Papis Action Express. R/P + 2s326
4. Blundell/Brown/Brundle/Patterson United R/F + 3s135
5. Angelelli/Briscoe/Taylor/Taylor SunTrust D/C + 1 volta
6. Jonsson/Krohn/Minassian/Zonta Krohn L/F + 1 volta
7. Allmendinger/McDowell/Wilson MSR D/F + 2 volta
8. Bouchut/Diaz/Tucker/Wilkins Level 5 R/B + 3 voltas
9. Donohue/Frisselle/Law/Rice Action Exp. R/P + 4 voltas
10. Goossens/Negri/Pew/Valiante MSR R/F + 15 voltas

Fonte: NULL

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.