Fusion Hybrid e Focus Eletric: Ford mostra nova geração de veículos econômicos em Detroit

Postado por -

A economia de combustível é, ao lado do design, a tônica dos novos modelos apresentados pela Ford no Salão de Detroit, que abre para o público de 14 a 22 de janeiro. Entre eles, estão as versões híbridas e EcoBoost do novo Fusion, o Focus Electric totalmente elétrico e os híbridos C-MAX, nas versões Hybrid e Energi plug-in. 

Primeiro carro de passageiros totalmente elétrico da Ford, o novo Focus Electric é o primeiro do segmento a atingir um consumo equivalente de gasolina de 42,5 km/l e também o primeiro a contar com tecnologia de carga rápida. Suas baterias podem ser totalmente recarregadas em três a quatro horas – metade do tempo do Nissan Leaf –, o que permite duplicar sua autonomia de rodagem com múltiplas recargas.

Essa eficiência se traduz em economia para o consumidor. Para percorrer uma distância de 129 km (80 milhas), por exempo, o seu custo é de US$2,10 – considerando o preço médio do kWh nos Estados Unidos. O mesmo percurso em um veículo a gasolina que faz 12,7 km/l custaria US$8,80, tendo como base o preço de US$3,30 por galão. 

Além disso, um novo equipamento de recarga econômica e operação simples, desenvolvido pela Microsoft, vai ajudar os consumidores dos Estados Unidos a recarregar o Focus Electric aproveitando as tarifas mais baratas de energia.

Eficiência e prazer de dirigir

O Focus Electric está comandando a transformação dos produtos da Ford: um terço das linhas da marca irá contar com uma versão na faixa de 17 km/l ou mais em 2012, mostrando o seu compromisso de dar poder de escolha para os consumidores que buscam economia de combustível.

A Ford iniciou a pré-venda do Focus Electric 2012 em novembro, em seus distribuidores certificados de veículos elétricos nos mercados da Califórnia e Nova York/Nova Jersey. Este ano, com o aumento da produção, a sua disponibilidade será expandida para outros 15 mercados.

O Focus Electric mostra o compromisso da Ford em oferecer consumo eficiente sem sacrificar o desempenho e o prazer de dirigir. Seu motor totalmente elétrico com transmissão de uma velocidade oferece resposta imediata e aceleração suave, com máxima de 136 km/h.

O seu avançado conjunto de baterias de íons de lítio conta com um sistema líquido ativo de resfriamento e aquecimento para regular a temperatura. A frenagem regenerativa ajuda a recarregar as baterias. 

O Focus Electric oferece também tecnologias avançadas de informação e conectividade. Ele vem com uma versão especial do SYNC e MYFord Touch, desenvolvida para veículos elétricos. Além da carga da bateria, ela informa o consumo elétrico dos acessórios e tem um sistema de navegação que orienta as rotas de acordo com a autonomia do carro e sugere a opção mais econômica. A função EcoGuide do painel usa borboletas azuis para mostrar a autonomia disponível.

Outra novidade é o aplicativo MyFord Mobile, que permite ao proprietário se conectar remotamente com o carro usando um smartphone ou outra interface ligada à internet, para programar e monitorar sua recarga e outros dados.

Novo Fusion

O novo Ford Fusion conta com a maior oferta de motores do segmento: as opções híbrida e híbrida plug-in, dois motores EcoBoost de quatro cilindros e um motor naturalmente aspirado de quatro cilindros. Além disso, oferece o sistema automático "start-stop" que desliga o motor em ponto morto, versões com tração dianteira ou integral e transmissão automática ou manual de seis velocidades.

O EcoBoost 1.6 irá entregar a maior economia de combustível entre os motores de quatro cilindros não híbridos, de 11 km/l na cidade e 15,7 km/l na estrada. A versão de performance do Fusion, com motor EcoBoost 2.0 e transmissão automática SelectShift de seis velocidades, tem a opção de rodas de 19 polegadas e tração integral. 

O Fusion Hybrid Carro do Ano de 2010 na América do Norte – continua a inovar e evoluir, com novas baterias de íons de lítio que reduzem o peso e geram mais energia que as versões anteriores de níquel-metal, ao mesmo tempo em que aumenta a velocidade máxima com tração elétrica, de 75 km/h para 100 km/h.

O Fusion Hybrid também traz um novo motor 2.0 a gasolina de quatro cilindros de ciclo Atkinson, significativamente menor que o 2.5 anterior e com o mesmo padrão de desempenho. Ele projeta uma economia de 20 km/l na cidade e 18,7 km/l na estrada.

A economia de combustível do Fusion Hybrid deve superar a do Toyota Camry Hybrid 2012 em 1,7 km/l na cidade e 2,1 km/l na estrada e a do Hyundai Sonata Hybrid em 5,1 km/l e 1,7 km/l, respectivamente.

No topo do ranking de economia de combustível está o híbrido "plug-in" Fusion Energi, que deve ser o mais eficiente da categoria em todo o mundo. Com lançamento programado para o segundo semestre, ele projeta um consumo equivalente de gasolina de 42,5 km/l. Esse número é 3,4 km/l maior que o do Chevrolet Volt e 5,5 km/l maior que o consumo esperado do híbrido plug-in Toyota Prius.

O Fusion 1.6 de nova geração é o primeiro carro Ford com transmissão automática a contar com o sistema automático "start-stop". Ele desliga o motor quando o carro para e o religa automaticamente quando o motorista tira o pé do freio, ajudando a reduzir o consumo de combustível em cerca de 3,5%.

C-MAX

Os modelos C-MAX Hybrid e C-MAX Energi são os primeiros veículos multiuso da Ford na América do Norte. O C-MAX Hybrid vai oferecer a maior economia de combustível da categoria, superando o Toyota Prius v tanto na cidade como em estrada, considerando o consumo equivalente de gasolina. E o C-MAX Energi deve oferecer uma economia superior à do Toyota Prius plug-in, com autonomia de mais de 800 km.

O C-MAX Hybrid e o C-MAX Energi são movidos pela combinação de um motor a gasolina e um motor elétrico alimentado a bateria. Seu motor a gasolina 2.0, de quatro cilindros e ciclo Atkinson, é potente, econômico e um dos mais avançados que a Ford já construiu sem a aplicação de turbo.

Os motores elétricos são alimentados por sistemas avançados de bateria de íons de lítio, mais eficientes que as de hidreto de níquel-metal (NiMH). Elas também são 25% a 30% menores e 50% mais leves que as baterias NiMH dos veículos híbridos atuais de primeira geração. 

Os híbridos C-MAX trazem a arquitetura "powersplit" de nova geração da Ford, que permite a operação conjunta ou em separado dos motores elétrico e a gasolina para maximizar a eficiência. O motor a combustão pode operar independentemente da velocidade do veículo, carregando as baterias ou fornecendo tração para as rodas, conforme a necessidade. O motor elétrico pode tracionar sozinho as rodas em baixa velocidade ou trabalhar em conjunto com o motor a gasolina em velocidades mais altas.

No C-MAX Hybrid, a bateria de íons de lítio é recarregada quando o motor a gasolina está em funcionamento e dispensa a conexão com a rede elétrica. Seu sistema de freios regenerativo recupera mais de 95% da energia de frenagem para recarregar a bateria. O C-MAX Energi é recarregado pela conexão a uma tomada padrão de 120 V, ou a uma estação de carga de 240 V.

Além de sete airbags, os híbridos C-MAX vêm com direção elétrica, controle de estabilidade AdvanceTrac, sistema de controle em curvas, controle vetorial de torque, assistência ativa de estacionamento, botão de partida e sistema de navegação com comando de voz.

Fonte: Ford press

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.