GT Premium tem primeira experiência aprovada com louvor

Postado por -

Disputas de alto nível em carros desejados atraem a atenção e dão recheio especial ao GT Brasil

A primeira experiência do GT Premium, mais nova categoria do GT Brasil, foi um sucesso. Com carros da primeira geração do campeonato, criado em 2007, a divisão recém-criada não foi só uma atração à parte, como encorpou consideravelmente o grid da categoria, que teve 31 carros na rodada dupla de encerramento do ano, em Interlagos.

Com máquinas de quatro marcas diferentes (Ferrari, Lamborghini, Dodge e Porsche), o GT Premium foi criado para suprir o desejo de muitos pilotos que têm vontade de competir com os supercarros do mesmo nível do GT3, mas sem a ameaça dos pilotos profissionais que lotam o grid da divisão principal.
Esses carros, por não conseguirem seguir as evoluções técnicas dos modelos de gerações mais recentes, estavam parados até então e suas presenças abrilhantaram mais o evento e chamaram a atenção de muita gente.

"Certamente vai vingar. Muita gente quer correr e veio conversar comigo sobre a divisão e os carros que estavam parados devem voltar quase todos.
Como só são permitidos pilotos com classificação prata e bronze (que não são
profissionais) e os carros são muito mais fortes que a GT4, o grid deve aumentar consideravelmente. Foi um tiro certeiro", disse Andersom Toso, que fez parte dessa prova de inauguração ao lado de Carlos Kray a bordo do Lamborghini Gallardo da equipe CKR.

A prova em si foi uma emoção só: com nomes internacionais, como Darryl O’Young, do WTCC, a disputa foi bastante movimentada e de alto nível, com dois vencedores diferentes nas duas provas disputadas. Toso e Kray, que arrebataram uma das poles, terminaram as duas disputas em terceiro lugar.
Neste domingo, o resultado poderia ter sido ainda melhor, não fosse uma punição por excesso de velocidade nos boxes durante a parada obrigatória para troca de pilotos.

"Acabei tendo um problema na largada e caí para último, mas me recuperei e entreguei o carro para o Toso em terceiro. Porém, acabei excedendo a velocidade nos pits e levamos uma punição. Mesmo assim, com um carro constante em todo o fim de semana, chegamos em terceiro. Andamos bem os dois pilotos e acreditamos que podemos lutar pelo título em 2012. Estamos mais que confirmados no próximo ano, com certeza. Foi uma ótima sacada não só para os pilotos, mais para o público, que poderá ver muitos carrões na pista", completa Kray.

Fonte: MS2

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.