Na GP3, piloto espanhola com fama de modelo sonha com F1

Postado por -

Depois de um baque com uma temporada praticamente perdida em 2011, Carmen Jordá está de volta às pistas. A piloto espanhola, que já admitiu não gostar quando é chamada de modelo, acertou para correr na GP3 e, em entrevista publicada pelo diário esportivo de Madri As nesta quarta-feira, voltou a enfatizar seu sonho: disputar a Fórmula 1.

A jovem loira de cabelos lisos, 23 anos, chamou a atenção muito cedo na Espanha. Ela começou a correr em campeonatos de kart em Valência ainda aos 11 anos de idade. Em 2006, fez um teste na DTM (Campeonato Alemão de Turismo) com o italiano Valentino Rossi, heptacampeão na elite do motociclismo mundial, e em 2007 se tornou a primeira mulher a subir três vezes ao pódio em uma temporada da Fórmula 3 Espanhola.

Com os bons resultados, vieram algumas campanhas publicitárias, muitas entrevistas e a fama de modelo para Jordá, o que já admitiu em entrevista em 2008 ao site 20 minutos que "chega a incomodar" – ela quer ser mesmo reconhecida como piloto, deixando isso claro na entrevista ao As.

Nas declarações publicadas, ela lamenta "um problema com um patrocinador" que a deixou sem assento na temporada 2011 da Indy Lights. Depois de ser a 16ª colocada da série em 2010, ela não competiu no ano seguinte, na qual fez "alguma coisa na GT Open e o teste da pré-temporada da AutoGP", conforme contou ao diário.

Para 2012, porém, Jordá espera reengatar na carreira. A jovem, 23 anos, apontou que a GP3 é a "escolha mais indicada" para sua idade. Ela ressaltou que se trata de "um certame de nível" que os organizadores estão querendo transformar em um modelo piramidal junto à Fórmula 1 e à GP2 aos moldes do que ocorre com a MotoGP, a Moto2 e a Moto3, organizadas pela Federação Internacional de Motociclismo (FIM).

Na GP3, Carmen correrá pela equipe Ocean Racing Technology, fundada pelo português Tiago Monteiro, ex-piloto de Jordan e Spyker que tem um time do mesmo nome da GP2. Ela será a segunda mulher na competição, ao lado da italiana Vicky Piria, 18 anos, da Trident Racing, a qual a espanhola cita como "uma rival a mais". Jordá afirmou que "desde bem pequenininha a F1" é seu sonho. Ela se disse "realista" e admitiu quão difícil é chegar à categoria, porém mostrou acreditar que "na vida tudo se pode conseguir com trabalho, dedicação e esforço diário".

Criada em 2010, a GP3 vem tendo relativo sucesso como alimentadora da GP2, categoria considerada de acesso à F1. O campeão da GP3 em 2010 foi o mexicano Esteban Gutiérrez, atualmente na equipe Lotus GP de GP2 e piloto reserva da Sauber. Já o campeão de 2011, o finlandês Valtteri Bottas, conseguiu um contrato para ser terceiro piloto da Williams neste ano.

Fonte: terra

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.