Novo Ford Fusion conheça tudo sobre sua revolução

Postado por -

O novo Ford Fusion, apresentado no Salão de Detroit, nos Estados Unidos, traz para o mercado a próxima geração de carros da Ford. Ele é o primeiro sedã a contar com versões a gasolina, híbrida e híbrida "plug-in", todas projetadas para oferecer o máximo em economia de combustível e uma experiência de direção envolvente.

Com perfil elegante e visual arrojado, o novo Fusion é o modelo mais recente de uma série de carros da Ford – junto com o New Fiesta 2011 e o Focus 2012 – desenvolvidos para satisfazer os consumidores que buscam o máximo em economia de combustível, tecnologias inteligentes e design inovador.

"A nossa visão do Fusion era clara: entregar o melhor de tudo que o One Ford representa", diz Derrick Kuzak, vice-presidente de Desenvolvimento do Produto Global da Ford. "Reunimos nossos times globais em volta de uma lousa branca com a missão de desenvolver um sedã grande com design arrebatador e economia de combustível de cair o queixo, trazendo também tecnologias para ajudar nossos consumidores a se tornarem motoristas melhores e mais seguros. Este carro é o resultado."

Apresentado nas versões S, SE e na topo de linha Titanium, o novo Fusion mostra também como será o futuro Ford Mondeo nos mercados mundiais.

Liderança em economia de combustível

O novo Fusion projeta a maior economia de combustível da categoria em todas as suas versões, seja a gasolina, híbrido ou híbrido "plug-in", cumprindo o compromisso da Ford de ser a líder em eficiência de combustível – ou estar entre as líderes – a cada novo modelo trazido ao mercado.

O Fusion conta com a maior oferta de motores do segmento. Ele tem as opções híbrida e híbrida "plug-in", dois motores EcoBoost de quatro cilindros e um motor naturalmente aspirado de quatro cilindros, além de oferecer sistema automático "start-stop" que desliga o motor em ponto morto, versões com tração dianteira ou integral e a opção de transmissão automática ou manual de seis velocidades.

O EcoBoost 1.6 irá entregar a maior economia de combustível entre os motores de quatro cilindros não híbridos, de 11 km/l na cidade e 15,7 km/l na estrada. A versão de performance do Fusion, com motor EcoBoost 2.0 e transmissão automática SelectShift de seis velocidades, tem a opção de rodas de 19 polegadas e tração integral com capacidade de enviar torque adicional à traseira.

O Fusion Hybrid – Carro do Ano de 2010 na América do Norte – continua a inovar e evoluir, com novas baterias de íons de lítio que reduzem o peso e geram mais energia que as versões anteriores de níquel-metal, ao mesmo tempo em que aumenta a velocidade máxima com tração elétrica, de 75 km/h para 100 km/h.

O Fusion Hybrid também traz um novo motor 2.0 a gasolina de quatro cilindros de ciclo Atkinson, significativamente menor que o 2.5 anterior, mas com o mesmo padrão de desempenho. Ele projeta uma economia de 20 km/l na cidade e 18,7 km/l na estrada.

A economia de combustível do Fusion Hybrid deve superar a do Toyota Camry Hybrid 2012 em 1,7 km/l na cidade e 2,1 km/l na estrada e a do Hyundai Sonata Hybrid em 5,1 km/l e 1,7 km/l, respectivamente.

No topo do ranking de economia de combustível está o híbrido "plug-in" Fusion Energi, que deve ser o mais eficiente da categoria em todo o mundo. Com lançamento programado para o segundo semestre, ele projeta um consumo equivalente de 42,5 km/l – padrão usado para a avaliação de veículos elétricos. Esse número é 3,4 km/l maior que o do Chevrolet Volt e 5,5 km/l maior que o consumo esperado do híbrido "plug-in" Toyota Prius.

O Fusion 1.6 de nova geração é o primeiro carro Ford com transmissão automática a contar com o sistema automático "start-stop". Ele desliga o motor quando o carro para e o religa automaticamente quando o motorista tira o pé do freio, de forma suave, ajudando a reduzir o consumo de combustível em cerca de 3,5%.

Tecnologias de segurança

O novo Fusion oferece um conjunto sem precedentes de tecnologias de assistência e conveniência para o motorista, usando sensores, câmeras e radar que permitem ao carro "ver" e responder. Ele é capaz de ajudar o motorista a manter sua posição na pista, ajustar a velocidade às condições do trânsito, identificar vagas e auxiliar no estacionamento e na saída de ré com pouca visibilidade.

Suas tecnologias incluem:

• Sistema de manutenção de faixa: essa tecnologia exclusiva na categoria consiste de três elementos para ajudar o motorista a manter sua posição na faixa de rodagem. Usando uma pequena câmera instalada atrás do espelho retrovisor interno, o sistema "enxerga" a pista e monitora suas faixas para determinar se o carro está no rumo certo. Se o sistema detecta sonolência e comportamento irregular, alerta o motorista com uma vibração na direção. Por fim, aplica pressão na direção para trazer o veículo de volta para a faixa.

• Controle de velocidade adaptativo: usando um radar, o sistema "enxerga" a pista e reduz a velocidade do Fusion ao detectar trânsito lento à frente. Também dispõe de alerta de colisão com suporte de frenagem para ajudar a reduzir a velocidade do carro se uma potencial colisão é detectada.

• Assistência ativa de estacionamento: usando sensores, essa tecnologia permite identificar um espaço adequado para estacionamento paralelo, calcula a trajetória e manobra o carro na vaga. Tudo o que o motorista precisa fazer é controlar os pedais do acelerador e do freio.

• Sistema de detecção de pontos cegos (BLIS) com alerta de tráfego cruzado: sensores nos painéis traseiros do Fusion disparam sinais sonoros e visuais se for detectado tráfego nos pontos fora da visão do motorista. O sistema também avisa da aproximação de tráfego quando o carro sai de ré de um estacionamento.

Comando de voz

O novo Fusion traz a última versão do premiado e exclusivo sistema de comunicação e entretenimento SYNC, com comandos de voz para interação com o celular e o sistema de áudio do veículo.

O Fusion também oferece uma versão atualizada do MyFord Touch, que permite ao motorista interagir com os sistemas do veículo por comando de voz, toques na tela ou botões convencionais. O comando de voz ajuda a reduzir potenciais distrações do motorista, permitindo que ele mantenha as mãos na direção e os olhos na estrada.

Design diferenciado

"O Fusion anterior era uma compra fácil e racional para o consumidor", diz Chris Hamilton, chefe de design externo do novo modelo. "Nossa proposta de design no novo carro foi dar ao comprador típico de sedãs uma experiência visual de primeira qualidade, agregando apelo emocional a uma escolha sensata."

O time de design do novo Fusion adotou cinco elementos como guia:

• Perfil inovador: a silhueta esbelta diferencia o Fusion dos "três volumes" tradicionais dos sedãs – motor/cabine/porta-malas.

• Percepção de eficiência: as linhas de caráter avançando para a traseira e os pilares finos do teto sugerem leveza e agilidade.

• Linguagem refinada de superfície: o Fusion mostra que um design de bom gosto e bem executado dispensa adereços ou poluição visual.

• Grafismos técnicos: os elementos funcionais de design do Fusion, como faróis, lanternas de LEDs e tubos de escapamento polidos, comunicam uma capacidade tecnológica aprimorada.

• Cara nova: o Fusion sinaliza a evolução na linguagem de design global da Ford para os carros grandes e médios.
Internamente, o novo Fusion oferece um ambiente esportivo e voltado para o motorista, com bancos de nova geração que ampliam a funcionalidade. O console central, mais alto, reúne comandos e porta-objetos para acomodar itens que o motorista deseja manter à mão.

O novo desenho do painel de instrumentos, deslocado em direção ao para-brisa, amplia o espaço para o passageiro e contribui para o ambiente aberto e arejado da cabine. Os bancos confortáveis, de nova geração, têm armações mais leves e são revestidos com tecidos feitos com fios de material reciclado.

Sensação de qualidade

O design do Fusion transmite a sensação de alta qualidade, tanto nos materiais como no padrão aprimorado de manufatura, com atenção a cada detalhe.

As superficies internas são agradáveis ao toque e a montagem da carroceria segue tolerâncias mínimas. Esse cuidado pode ser percebido no acabamento, que exibe estofamento ou cobertura em cada canto ou superfície que o cliente pode tocar. Quando o porta-malas está aberto, por exemplo, uma cobertura com mola cobre automaticamente o mecanismo da fechadura.

"O objetivo abrangente do nosso processo de manufatura foi garantir que o Fusion entregue não só uma experiência visual superior, mas faça também o cliente sentir a qualidade", diz Adrian Whittle, engenheiro-chefe do Fusion.

Outros elementos chaves para a percepção de qualidade do Fusion são os aprimoramentos na sua dirigibilidade e dinâmica veicular.

"Este é realmente um carro para quem gosta de dirigir", diz John Jraiche, gerente do programa. "O Fusion está ainda mais gostoso de dirigir, com a direção elétrica especialmente calibrada, a suspensão dianteira MacPherson e a nova suspensão traseira multilink de qualidade premium, que tem a mesma configuração de carros esportivos de alto luxo."

O acerto cuidadoso feito pelo time de engenharia da Ford dá ao Fusion um comportamento dinâmico capaz de agradar os pilotos mais exigentes e proporcionar confiança para os motoristas menos experientes.

O silêncio interno do Fusion atinge um novo nível com o uso de cobertura acústica no assoalho e materiais isolantes leves. Eles reduzem os ruídos da pista e do motor e aumentam a eficiência aerodinâmica para a economia combustível. O capô inteiramente revestido contribui para tornar o carro um dos líderes nesse quesito.

Os modelos Fusion Hybrid e Fusion Energi também vêm equipados com controle ativo de ruído. Esse dispositivo usa o sistema de áudio para reduzir ruídos externos da pista e aprimorar o som do motor.

Robustez e segurança

O Fusion foi projetado com foco no consumidor. Os engenheiros aumentaram a resistência da carroceria em 10% com a ampliação do uso de aços de alta resistência, além da adoção de airbags duplos de joelho na frente e airbags adaptativos que se ajustam ao tamanho e posição dos ocupantes.

O objetivo no projeto do Fusion foi atender os níveis máximos de segurança determinados por padrões internacionais, como o National Highway Traffic Safety Administration e Top Safety Pick do Insurance Institute for Highway Safety.

A frente do veículo, por exemplo, foi desenvolvida para atender ao mesmo tempo os rigorosos testes de impacto da América do Norte e as normas de proteção para pedestres da Europa. Isso foi conseguido com horas de modelagem em computador e 180 testes de impacto para validação.

O Fusion será produzido na fábrica da Ford em Hermosillo, no México, e em breve também na fábrica AutoAlliance International, em Michigan, Estados Unidos.

O carro estará nas revendas da América do Norte e da América do Sul ainda este ano. O Mondeo será introduzido na Ásia e na Europa no ano que vem.

Fonte: Ford press

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.