Off-Road: Varela quer fechar melhor temporada da carreira com Capacete de Ouro

Postado por -

Falta esse troféu. Esta é a minha 30ª temporada no automobilismo e, de longe, foi a melhor de toda a minha carreira! Consegui ganhar praticamente tudo o que disputei e estou totalmente extasiado com isso!", vibra o piloto. "Foram conquistas que vão além do lado profissional, são pessoais. Consegui ir além dos meus limites: 102 vitórias, uma marca das mais difíceis de alcançar, e a última delas foi ao lado do meu filho Rodrigo, o que deixa tudo ainda mais especial", lembra emocionado. "Mas ainda falta alguma coisa para fechar com chave de ouro, ou, no caso, Capacete de Ouro", brincou.

"Eu facilmente trocaria qualquer um dos meus títulos por um Capacete de Ouro! Nos três últimos anos eu fiquei com o de Prata e, junto com outro de Bronze que tenho, quero completar a coleção", falou o piloto que já disputou 306 corridas na carreira.

O único brasileiro campeão mundial de cross-country, em 2001, considera que, dez anos depois, conseguiu superar o seu melhor desempenho anual de até então. "Com toda a certeza, 2001 foi um grande ano! Tinha sido a minha melhor temporada, era o meu maior motivo de orgulho até esse ano. Mas 2011 superou tudo isso, foi absolutamente sensacional, eu nunca estive tão afinado na pilotagem e com tanta experiência acumulada", comentou o piloto.

Outro ponto alto da época foi o sétimo título no Brasileiro de Cross Country, certame no qual venceu 50% das corridas disputadas até agora, – 16, ao todo. Além disso, Varela participou do pódio em 15 oportunidades. "Foi lindo! Venci meu sétimo Brasileiro na minha 100ª vitória, e, de quebra, ainda venci mais dois títulos no mesmo fim de semana – o Rally dos Bandeirantes e o tetra no Paulista de Cross Country", exclama o piloto da categoria Pró-Etanol.

Já na Mitsubishi Cup, o paranaense contou com uma de suas marcas registradas: a regularidade. Em todos os encontros do certame, Reinaldo conseguiu um lugar no pódio, conseguindo também oito vitórias em 21 provas. "Estava querendo ganhar esse campeonato, tinha sido vice por duas vezes seguidas e neste ano dediquei todo o meu talento nessa verdadeira ‘caça’ ao caneco", completou.

Além disso, ainda há a possibilidade de mais um título: o Sertões Series. Com 49 pontos, o paranaense ocupa a liderança da tabela, com 15 tentos a mais que o vice-líder. O campeão será definido no próximo dia 4 de dezembro, no Rally dos Amigos (Itatinga/SP).

Resumo da carreira de Reinaldo Varela:
30 temporadas no automobilismo
306 corridas
Campeão Mundial de Rally Cross-Country (2001)
Heptacampeão Brasileiro de Rally Cross-Country (2011/2010/2009/2008/2006/2002/2000)
Campeão da Mitsubishi Cup (2011)
Bicampeão Copa Baja Cross Country (2006/2002)
Tetracampeão Paulista Cross-Country (2011/2009/2008/2003)
Campeão Geral do Rally dos Sertões (2000)
Pentacampeão por categoria do Rally dos Sertões (2008/2007/2000/1999/1998)
Campeão Sul-americano de Rali de Velocidade (1992)
Tetracampeão Brasileiro de Rali de Velocidade (2006/2005/1996/1988)
Campeão Paulista de Rali de Velocidade (1987)
Três Capacetes de Prata (2010/2009/2008)
Um Capacete de Bronze (2005)
102 vitórias em Rally desde 1982
1 vitória em pista em 1989
1 vitória em rali náutico em 1995

Fonte: MasterMidia

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.