Parceiro de B. Senna faz história e larga na pole na Espanha

Postado por -

Pastor Maldonado fez história para o automobilismo da Venezuela neste sábado. Pela primeira vez na carreira, o venezuelano largará na pole position na Fórmula 1, o que acontecerá no Grande Prêmio da Espanha, neste domingo. O piloto da Williams foi o segundo colocado no treino classificatório deste sábado, mas se beneficiou da punição ao líder, o inglês Lewis Hamilton.

A pole position foi a 127ª da história da Williams na Fórmula 1 e a primeira desde o GP do Brasil de 2010. Naquela oportunidade, o alemão Nico Hulkenberg surpreendeu ao iniciar a prova na ponta, mas rapidamente perdeu terreno até cruzar a linha de chegada no oitavo lugar.

Antes da etapa espanhola, a melhor posição de Maldonado no grid era a sétima. O piloto, 27 anos, estreou na F1 em 2011 e a partir das 9h (de Brasília) deste domingo buscará o melhor resultado da carreira – até aqui jamais superou o oitavo lugar conseguido no GP da China desta temporada.

Na Catalunha, o venezuelano teve como tempo mais rápido 1min22s285, ficando mais de meio segundo atrás de Hamilton (1min21s707). Já quando era noite na Espanha, porém, cinco horas após o treino classificatório, os comissários da etapa anunciaram uma penalização ao inglês. Este foi punido por não ter combustível suficiente para estacionar seu carro no pit, conforme previsto no regulamento. Assim, largará na última colocação.

Completando a lista de surpresas no Circuito de Montmeló, na Catalunha, o espanhol Fernando Alonso ficou no terceiro lugar do treino. O piloto, que levou a torcida a vibrar muito, cravou 1min22s302 e recebeu um presente mais tarde, passando à primeira fila graças ao problema de Hamilton.

A Ferrari estreia em Barcelona um novo pacote aerodinâmico depois do decepcionante desempenho mostrado no início da temporada. "Um passo avante pelo menos hoje (sábado)… vejamos amanhã (domingo)", escreveu a escuderia no Twitter, comemorando o resultado de Alonso.

A própria equipe, porém, definiu-se também com "sentimentos mistos", culpando o tráfego na pista pelo desempenho do brasileiro Felipe Massa, que largará na 16ª posição da corrida.

Assim como Massa, o britânico Jenson Button também não se destacou e acabou eliminado no Q2, a segunda parte do treino classificatório. Reclamando do equilíbrio em sua McLaren, ele ficou no 11º lugar, um à frente do australiano Mark Webber, da Red Bull, mas passou ao décimo devido ao que ocorreu com o outro piloto da McLaren.

Nesse cenário, apenas Lotus, Mercedes e Sauber conseguiram colocar seus dois pilotos entre os dez melhores do grid espanhol. Logo atrás de Alonso, em terceiro, largará o francês Romain Grosjean, seguido por seu parceiro de Lotus, o finlandês Kimi Raikkonen.

O quinto lugar será do mexicano Sergio Pérez, da Sauber, que ficou quatro à frente do companheiro, o japonês Kamui Kobayashi. O alemão Nico Rosberg, por sua vez, venceu a disputa interna da Mercedes ao se classificar no sexto posto, dois acima de Michael Schumacher.

Será entre os parceiros que começará a prova do alemão Sebastian Vettel. Depois de reagir na temporada e dominar com pole position e vitória no GP do Bahrein, o último disputado no ano, o bicampeão mundial passou longe do mesmo brilho neste sábado, quando preferiu poupar pneus e não marcou tempo na disputa do Q3, terminando com o oitavo lugar que mais tarde viraria sétimo.

Vettel chega à Catalunha como o líder da temporada com 53 pontos, contra 49 de Hamilton. Webber é o terceiro colocado da classificação com 48, enquanto Button e Alonso somam 43.

Companheiro de Maldonado, Bruno Senna não atingiu o mesmo destaque do colega durante o treino. Pela primeira vez no ano, o brasileiro da Williams não passou pelo Q1. Ele largaria no 18º lugar depois de cometer um erro, rodando e saindo da pista, em sua última tentativa de volta rápida, mas ganhou uma punição, superando Hamilton.

Confira o novo grid de largada do Grande Prêmio da Espanha:

1. Pastor Maldonado (VEN) Williams-Renault – 1min22s285
2. Fernando Alonso (ESP) Ferrari – 1min22s302
3. Romain Grosjean (FRA) Lotus-Renault – 1min22s424
4. Kimi Raikkonen (FIN) Lotus-Renault – 1min22s487
5. Sergio Perez (MEX) Sauber-Ferrari – 1min22s533
6. Nico Rosberg (ALE) Mercedes – 1min23s005
7. Sebastian Vettel (ALE) Red Bull-Renault – sem tempo
8. Michael Schumacher (ALE) Mercedes – sem tempo
9. Kamui Kobayashi (JAP) Sauber-Ferrari – sem tempo
10. Jenson Button (GBR) McLaren-Mercedes – 1min22s944
11. Mark Webber (AUS) Red Bull-Renault – 1min22s977
12. Nico Hulkenberg (ALE) Force India-Mercedes – 1min23s177
13. Paul di Resta (GBR) Force India-Mercedes – 1min23s125
14. Jean-Eric Vergne (FRA) Toro Rosso-Ferrari – 1min23s265
15. Daniel Ricciardo (AUS) Toro Rosso-Ferrari – 1min23s442
16. Felipe Massa (BRA) Ferrari – 1min23s444
17. Bruno Senna (BRA) Williams-Renault – 1min24s981
18. Vitaly Petrov (RUS) Caterham-Renault – 1min25s277
19. Heikki Kovalainen (FIN) Caterham-Renault – 1min25s507
20. Charles Pic (FRA) Marussia-Cosworth – 1min26s582
21. Timo Glock (ALE) Marussia-Cosworth – 1min27s032
22. Pedro de la Rosa (ESP) HRT-Cosworth – 1min27s555 
23. Narain Karthikeyan (IND) HRT-Cosworth – 1min31s122* 
24. Lewis Hamilton (GBR) McLaren-Mercedes – 1min21s707**

Fonte: Terra

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.