Rally Dakar 2012 – Resumo da 11ª etapa

Postado por -

 Automóveis

Em automóveis, Peterhansel ganhou terreno e venceu a etapa, batendo o espanhol Nani Roma, que havia vencido a prévia do francês e sua equipe no Mini.

Peterhansel fez o tempo de 3 horas e 56:53 minutos, 3:44 minutos à frente de Roma na seção que incluiu 120 km de ligação e 478 km cronometrados pela calorosa costa sul do país sul-americano.

O Português Leal dos Santos, também em seu Mini, foi o terceiro no palco com 4 horas e 5:49 minutos. Com este resultado Peterhansel, nove vezes vencedor do Dakar, manteve-se confortável na liderança geral desde a quarta etapa, e contabiliza até o momento 30 horas e 58:38 minutos. Roma atrás em 21:04 minutos, e aparece atrás o Sul Africano Giniel De Villiers, vencedor do Dakar em 2009 – que chegou com sua Toyota a 1 hora e 8:46 minutos.

 

 Motos

O francês Cyril Despres e Stéphane Peterhansel venceram nesta quinta-feira, a décima primeira etapa do Rally Dakar na categoria motos e carros, respectivamente, para consolidar suas vantagens globais sobre seus rivais espanhóis no início do curso da concorrência no Peru depois de passar por Chile e Argentina.

A primeira etapa no Peru incluiu cerca de 171 motos e 534 km cronometrados link para o trecho entre a cidade chilena de Arica e Arequipa Peru.

Despres foi consolidado no teste de moto em sua máquina KTM 450, com um tempo de 4:03:37 horas. O francês foi acompanhado pelo espanhol Gerard Farres que chegou após 01:39 minuto. Terceiro foi o espanhol Marc Coma, chegou depois de 2:01 minutos, o que está bem atrás Despres em geral.

Coma e Despres, pilotos KTM, enfrentam um jogo difícil que foi acesa por decisão de uma organização para descontar o tempo na segunda-feira em desvantagem com outros pilotos franceses que se envolveram em uma armadilha de lama.

Despres e Coma foram coroados campeões alternadamente nas últimas seis edições da prova. O francês lidera a classificação geral de motos com 35 horas, 33 minutos e 43 segundos à frente 02 minutos e 15 segundos de Coma, atual campeão do Dakar. Em terceiro lugar geral está o Helder Rodrigues Português, Yamaha, 1 hora, 6:37 minutos atrás do líder.

 

Quadriciclos

Em quads, os argentinos continuam a liderar a competição. Os irmãos Marcos e Alejandro Patronelli chegaram em primeiro e segundo respectivamente, enquanto o compatriota Thomas Maffei foi o terceiro.

Alejandro fechou com 4 horas e 53:45 minutos, com uma vantagem de 31 segundos para Mark, campeão do Dakar 2010, que ficou à frente de Maffei em 18:57.

Alejandro Patronelli leva geral com 43 horas e 17:48 minutos, enquanto seu irmão fica atrás com 44 horas e 38:12 minutos, e com 45 horas e 12:30 minutos, aparece Maffei .


Caminhões

Enquanto isso em caminhões, o russo Karginov Andrey, pilotando um Kamaz, venceu a etapa com um tempo de 3 horas e 52:50 minuto , com uma vantagem de 3:03 minutos sobre o holandês Hans Stacey e 05:02 minutos sobre o italiano Miki Bastion, ambos com caminhões Iveco.

O holandês Gerard De Rooy também Iveco, continua a liderar nos caminhões com 36 horas e 55:20 minutos. Em seguida, seu compatriota Stacey com 37 horas e 50:57 minutos, enquanto Artur Ardavichus do Cazaquistão, é o terceiro com 38 horas e 17:19 minutos.

A competição prosseguirá até sexta-feira com o estágio Arequipa-Nazca, Nazca, Pisco no sábado e domingo Pisco-Lima, a primeira vez que o Peru se une à corrida com a Argentina e o Chile organizados em conjunto desde 2009.

A rota começou em 01 de janeiro na cidade de Mar del Plata Argentina e no Chile chegou na última sexta-feira. O layout original inclui cerca de 9.000 quilômetros, dos quais cerca de 4.200 são cronometrados.

O Dakar começou na América do Sul um ano após as ameaças terroristas impediram um desenvolvimento normal na África, um cenário que tinha hospedado o evento desde 1979.

Fonte: Agência Reuters

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.