Rio Branco no Acre tem a gasolina mais cara do País

Postado por -

""

Gasolina pode chegar a R$ 3,29 em Rio Branco acre.

O consumidor acreano paga por uma gasolina mais cara a partir de hoje. O produto aumenta entre 3 e 4%. É o segundo reajuste realizado no mês de abril. Na prática, a gasolina em Rio Branco deve ficar entre R$ 3,15 e R$ 3,29. O Acre é o Estado onde o preço do combustível é o mais alto do país.

Em entrevista coletiva realizada na manhã de ontem, os proprietários de postos de combustível responsabilizaram as refinarias e distribuidoras pelos sucessivos aumentos no preço do produto. “Nós não temos como segurar o preço se passamos a pagar mais caro para garantir o produto aqui”, calculou o presidente do sindicato dos revendedores de combustível do Estado do Acre (Sindepac), José Magid.

Até ontem, os postos cobravam entre R$ 3,06 e R$ 3,17. O reajuste do álcool combustível pressionou o aumento da gasolina nas refinarias. No sábado, a distribuidora Shell já havia reajustado em R$ 0,07 o litro, mas o preço ainda não havia sido repassado para as bombas do Acre. Dos 48 postos da Capital, 37 são filiados ao sindicato. “Aproximadamente 25% do ICMS arrecadado no Acre é oriundo dos combustíveis com alíquota zero de crédito”, contabilizou o segundo secretário do Sindepac, Ernandes Negreiros.

Álcool Verde – Durante a explicação dos empresários, a usina Álcool Verde foi lembrada como uma alternativa para o consumidor acreano no consumo de álcool combustível. Ano passado, 900 mil litros de álcool foram leiloados pela Petrobras. Esse leilão não destina o produto para apenas um Estado. O resultado é que boa parte do álcool produzido pela usina Álcool Verde foi parar em postos de Rondônia. “É a regra”, lamentou José Magig, presidente do Sindecap. “Em Rondônia, o consumo é maior”. Só em Porto Velho, são contabilizados atualmente 150 mil veículos, quase o total registrado em todo Acre, avaliado pelo Detran em 159 mil”.

Os empresários do setor reclamam pelo fato de nunca terem opinado sobre as possibilidades de comercialização do álcool produzido na usina acreana. “Nunca fomos convidados para participar do processo de comercialização”, criticou Ernandes Negreiros.

O secretário de Estado de Agropecuária, Mauro Ribeiro, acompanhava o governador Tião Viana em Sena Madureira. Contato telefônico foi tentado para que ele respondesse às críticas sobre a usina Álcool Verde. Não houve retorno.

Fonte: NULL

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.