Saldo positivo nos primeiros passos do XRC

Postado por -

O XRC (Xtreme Rally Car) completou neste domingo (20) o Rally de Erechim, justamente a primeira competição oficial do veículo. E após o desempenho obtido nas estradas da cidade gaúcha, o XRC Team encerrou seu primeiro desafio com um saldo positivo.

O Rally de Erechim foi disputado no sábado e domingo, e para o Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade cada dia foi válido como uma etapa do torneio. Neste domingo, a dupla Mauricio Neves/KZ Morales levou seu Peugeot 207 XRC à quarta colocação no resultado geral do certame brasileiro, após completar as quatro Especiais do dia.

"Deu para entender mais um pouquinho o carro. Nós temos muito para melhorar, tanto na pilotagem quanto na navegação, porque o carro é infinitamente superior ao que estamos conseguindo extrair dele. Eu e o KZ precisamos reaprender tudo desde o começo, mas essa é uma estrada que vamos trilhar juntos", explicou Mauricio Neves.

O dia de hoje também reservou um teste de impacto para o carro, como diz o navegador KZ Morales. "A primeira prova de fogo do XRC foi completada. Não conseguimos fazer tanta quilometragem quanto gostaríamos por conta da quebra de ontem, mas, ao mesmo tempo, a resistência deste carro foi comprovada hoje. Na segunda especial do dia acertamos uma pedra que, pelo tamanho, poderia ter arrancado a traseira do carro. O XRC aguentou o impacto só com a pequena avaria e conseguimos trazê-lo de volta ao apoio para largar em tempo de completar as duas últimas rodadas. Eu e o Maurício precisamos acertar o levantamento. Isso é o que falta. Temos que fazer um levantamento mais apurado para que possamos tirar proveito de todo o potencial do carro", contou.

A dupla Jean Pimentel/Thiago Osternack voltou a ser uma das vítimas das duras e velozes estradas que formaram a prova de Erechim. Na terceira Especial deste domingo uma das bandejas da suspensão traseira quebrou, impedindo-os de completar a etapa. "Apesar de termos feito pouca quilometragem aqui, estou muito satisfeito com o carro. Eu acreditei nesse projeto desde o começo e, a partir de tudo o que vivemos aqui em Erechim, vejo que falta muito pouco para ele chegar à perfeição", afirmou o piloto Jean Pimentel.

"É um outro mundo fazer rali com este carro. Nós precisamos de um período de adaptação maior para nos adequar à potência deste XRC. Nós temos que melhorar o levantamento, o Jean terá de melhorar a pilotagem, que é muito diferente do 4X2. O carro é muito mais seguro e, apesar de não termos conseguido andar muito, disputar esta prova matou a expectativa pela estréia", concluiu Thiago Osternack.

Se os carros do XRC chamaram a atenção nos trechos cronometrados, eles também fizeram sucesso no Parque de Apoio. Além de vários pilotos brasileiros que procuraram conhecer melhor o projeto da categoria – que deve revolucionar o rali nacional -, muitos pilotos estrangeiros foram até as instalações do XRC Team buscar informações.

Junto com o Campeonato Brasileiro de Rali, o Rally de Erechim também foi válido pelo Campeonato Sul-Americano da modalidade. E os vencedores da prova foram os paraguaios Gustavo Saba e Victor Aguilera, a bordo de um Mitsubishi Lancer.

A próxima etapa do Campeonato Brasileiro de Rali será entre os dias 7 e 8 de julho em passo Fundo, RS.

Fonte: Inova Press

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.