Scott Dixon vence e Power chega em segundo, mas toma a liderança

Postado por -

A Fórmula Indy tem um novo líder a duas corridas do fim do campeonato. Will Power (Penske) precisou apenas da segunda colocação na madrugada deste domingo em Motegi, no Japão, para assumir a ponta da tabela. Mas o resultado também foi importante para Scott Dixon (Chip Ganassi), vencedor da prova e que demonstrou que não vai entregar o título facilmente. O então líder Dario Franchitti (também Chip Ganassi) deu bobeira e chegou apenas na nona colocação. 

 No campeonato, o australiano Will Power abriu 13 pontos de vantagem sobre o escocês Dario Franchitti, agora vice-líder.

 O clima no Japão era de despedida. A 15ª das 17 etapas não estará no calendário de 2012. No ano passado, o adeus foi do circuito oval, hoje bastante afetado pelo terremoto do início do ano.

 Power fez uma corrida apenas conservadora. Ele, claro, sabia que não precisava correr grandes riscos para assumir a ponta da tabela. Tanto que só brigou para valer com o líder Dixon na saída da primeira parada do pit. Não conseguiu passar e apenas seguiu de perto o neozelandês. Nem mesmo a relargada faltando duas voltas para o fim mudou o panorama da corrida. 

 Apenas nono colocado no grid de largada, Franchitti sabia que tinha de mostrar serviço para diminuir o prejuízo em relação a Power e Dixon, segundo e pole, respectivamente. Na ânsia de defender a liderança do campeonato, no entanto, o escocês exagerou na dose. Na 26ª volta, ele tocou em Ryan Briscoe e Graham Rahal. Todos voltaram para prova, mas tiveram ainda mais trabalho.

 Desempenho ruim

 Melhor brasileiro no grid de largada, saiu em sexto, Helio Castroneves forçou uma ultrapassagem logo na primeira curva. E se deu mal. O piloto da Penske foi afoito e tocou em Ryan Briscoe e inaugurou a caixa de brita do circuito, caindo para as últimas posições. Acabou se recuperando e terminou em oitavo.

 O estreante João Paulo de Oliveira bem que vinha fazendo uma boa corrida. Profundo conhecedor do autódromo japonês, é campeão da Formula Nippon, o piloto da Conquest brigava pela décima posição até que se envolveu em um toque justamente com o piloto da casa: Takuma Sato, na 20ª volta. Caiu lá para trás no pelotão e, na volta seguinte, abandonou – aparentemente, com problemas no combustível.

 Quinto colocado no campeonato, Tony Kanaan parece ter optado por uma estratégia errônea. Ao contrário dos seus concorrentes, o brasileiro esperou a relargada para entrar no pit stop. A partir daí teve de trabalhar em uma corrida de recuperação e, para piorar, acabou recebendo uma punição por excesso de velocidade no pit lane e cruzou a linha de chegada em 18º. Vítor Meira perdeu muito tempo nos boxes, porque a mangueira de combustível não alcançava seu carro e fechou em 25º. Sem conseguir o melhor de seu carro em todo fim de semana, Bia Figueiredo ficou apenas com a 21ª posição.

Fonte: band.com.br

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.