Vintage resgata a história do kartismo no Brasil

Postado por -

Marcelo Eduardo Afornali venceu a prova nostálgica realizada hoje, integrando a primeira fase do 50º Campeonato Brasileiro

A categoria de Kart Clássico, popular e internacionalmente conhecida como “Vintage” – lê-se vin têige – foi recentemente integrada pela Comissão Nacional de Kart – CNK no quadro de modalidades do esporte automobilístico e estará presente em todos os certames do kartismo nacional.

Na verdade este é um projeto muito maior do que a feitura de corridas com os micromonopostos do passado. É um efetivo resgate do acervo nacional, com a restauração de bólidos das décadas de 60, 70 e 80, com a compilação do acervo fotográfico e documental histórico, de indumentárias e de equipamentos que formarão o acervo do Museu do Kart, que estará fisicamente presente nos eventos nacionais de kart para suas mostras e palestras sobre a história do kartismo no Brasil.

O Kart Classico é, portanto, a conjunção do esporte com a cultura e com a história.

Neste 50º Campeonato Brasileiro de Kart, que faz seu jubileu de ouro no Kartódromo Velopark, em Nova Santa Rita (RS) entre os dias 14 de julho e 2 de agosto, o “Vintage” faz seu “debut”, premiando os participantes tanto pela regularidade do desempenho na apresentação de pista.

Os karts clássicos das décadas de 1960, 1970 e 1980 fizeram sua estreia de pista no Velopark, já tendo sido efetivada a avaliação oficial do Campeonato de Restauração.

Rubens Gatti, presidente da CNK, apóia a categoria Vintage. Fotos: Mario Ferreira/Divulgação

Rubens Gatti, presidente da CNK, apóia a categoria Vintage. Fotos: Mario Ferreira/Divulgação

Participantes da prova no Velopark

Década 1960:

1 – Mini Assimetrico – Marcelo Eduardo Afornali

2 – Rois Kart – Marcelo Eduardo Afornali

3 – Mini Brasil – Milton Castro

Década 1970:

1 – DAP 1979 – André Bucholz

2 – Cox 1971 – Marcelo Eduardo Afornali

3 – Mini SS 1975 – Pedro Bucholz

Década 1980:

1 – Mini Star V – Marcelo Eduardo Afornali

2 – DAP 1981 – André Bucholz

3 – Mini 1990 – Nilton Gonçalves

Vitória de Marcelo Afornali

Em função da diferença de potência de uma década para outra, a prova da Vintage, foi disputada no formato de regularidade. E quem garantiu a vitória foi Marcelo Eduardo Afornali.

Na segunda colocação chegou Marcel Cionti Brusetti, seguido de Pedro Luís Buchholz, Milton Gonçalves, André Buchholz, Cláudio Zarantonello, Milton de Castro, Stefano Felipe de Almeida, Emílio Lorenzo Ângelo Afornali e Afonso Stewart, que pela ordem, fecharam as 10 posições da prova.

Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.