X Rally Team e as estratégias para o Rally dos Sertões 2020

Em uma competição como o Rally dos Sertões, mais do que a qualidade do equipamento, potência, estabilidade e confiabilidade, além do talento e estratégia de piloto e navegador, um item – ou melhor, quatro, no caso dos carros – faz grande diferença no desempenho dos competidores: os pneus. Para a edição 2020 do maior rali das Américas, que começa nesta sexta-feira (30) em Mogi Guaçu (SP), a equipe X Rally Team terá seus carros equipados pelos pneus da BFGoodrich. A prova percorrerá cerca de 5 mil quilômetros em sete dias, atravessando o país para chegar a Barreirinhas, no Maranhão.

"Quando andamos pela primeira vez com este modelo de pneu, já pudemos sentir uma diferença enorme no desempenho", destacou o piloto Cristian Baumgart, tricampeão do Sertões. "Os compostos melhoraram muito o nosso rendimento e até mesmo a nossa confiança ao atacar as curvas ou encarar superfícies variadas", completou. Seus elogios foram ressaltados por seu irmão, o também piloto Marcos Baumgart, tricampeão brasileiro e campeão sul-americano de rali cross country.

"São mais macios, e por isso, mais rápidos que os pneus que usamos anteriormente. Os BFGoodrich 'casaram' muito bem com o nosso Toyota, e já na primeira competição de que participamos com este carro e com estes pneus, em Portugal, fomos muito bem. Estes pneus têm grande crédito pelo desempenho que este carro tem alcançado", disse. Em Portugal, os irmãos disputaram o Baja Capital dos Vinhos no final de setembro. Cristian, ao lado do navegador Beco Andreotti, venceu a prova, com Marcos e o navegador Kleber Cincea terminando em terceiro lugar.

O modelo que será usado pelos irmãos Baumgart nos Toyota Hilux IMA preparados pela Overdrive são os BFGoodrich KDR2+ M Competition GO LT245/80R16nos quais foram incorporadas todas as tecnologias que o Grupo Michelin acumulou durante mais de 100 anos de participação em competições as mais diversas possíveis bem como tecnologias extraídas de outros tipos de utilização. A capacidade do Grupo Michelin para agrupar suas inovações é única na indústria de pneus atual. Por exemplo, os pneus BFGoodrich KDR2+ adaptaram uma tecnologia antifuros utilizada nos pneus de avião da marca Michelin chamada NZG. Com essa tecnologia, a probabilidade de um furo ou um corte na banda de rodagem diminuiu drasticamente.

"A redução de peso também é muito importante em um veículo de competição. Os pneus BFGoodrich KDR2+ reduziram em até quatro quilos por pneu na dimensão 37X12.50 R 17 em relação a geração anterior. Com isso, os veículos ficam muito mais ágeis e mais fáceis de pilotar. E, através dos novos compostos e novos materiais utilizados, a BFGoodrich entrega o pneu KDR2+ ainda mais resistente, comprovado nos testes realizados nas competições nos Estados Unidos", completou Flavio Santana, engenheiro de campo da BFGoodrich.

Outro ponto melhorado nos pneus BFGoodrich KDR2+ é a capacidade de tração nos mais diversos tipos de terreno, evitando assim a utilização de pneus diferentes dependendo da etapa do Rally. O desenho da banda de rodagem foi todo projetado nos computadores e melhorado pelos desenhistas mais experientes do Grupo Michelin em competições fora de estrada para propiciar uma limpeza da escultura muito rápida quando utilizado na lama e areia molhada, evitando as patinagens e perdas momentâneas de tração comuns em algumas utilizações e em outros pneus.

Os competidores deverão enfrentar, pela primeira vez em muitos anos, condições verdadeiramente mistas no Sertões 2020, uma vez que há previsão de chuva para algumas das regiões pelas quais a prova deverá passar nos próximos dias. Assim, a habitual poeira terá também a companhia da lama desta vez.

"Os pneus serão parte determinante na nossa estratégia de corrida", destaca o navegador tricampeão Beco Andreotti. "A melhora na tração do carro com esse pneu foi, para mim, o ponto alto deste modelo", afirmou. "Mesmo estando no banco do navegador, é possível sentir a diferença de desempenho, e saber que podemos contar com um produto dessa qualidade de tecnologia fará toda a diferença nas nossas escolhas estratégicas para este Sertões", finalizou o navegador tricampeão brasileiro Kleber Cincea.

 

TOYOTA HILUX IMA OVERDRIVE – FICHA TÉCNICA

Pneus: BFGoodrich KDR2+ M Competition GO LT245/80R16
Motor: 5.0L V8 (Lexus RCF)
Potência: 390 HP
Torque: 590 Nm
Vel.Máx.: 195 km/h aprox.
Injeção: Direta de nova especificação
Transmissão: Câmbio Sadev sequencial 6 marchas + ré
Embreagem: AP Racing Sinter metálica
Diferenciais: Gemini Overdrive/Hallspeed
Chassis: Tubular com habitáculo em carbono-kevlar
Freios: 6 pistões refrigerados a água (frente e traseira)
Suspensão: Independente nas 4 rodas com 280 mm e amortecedores BOS
Comprimento: 4.800mm
Largura: 2.000mm
Altura: 1.750mm
Peso: aprox.. 1.850 kg vazio (mínimo pelo regulamento FIA)
Entre-eixos: 2.900mm
Tanque de combustível: FT3 Safety Tank 500L de capacidade

samoelweck
  • samoelweck
  • Samoel Weck é jornalista e apresentador de rádio e TV a 30 anos. Diretor e responsável pela Mídia Carros e Marcas, que engloba o Portal Carros e Marcas e o Programa Carros e Marcas TV.