Análise sobre a Audi DTCC em Interlagos

A segunda temporada da Audi DTCC (Driver Touring Car Cup) teve sua primeira etapa realizada em Interlagos, São Paulo nos últimos dias 24 e 25 de fevereiro, mostrou ao público que sua disputa pelo título será bastante intensa.  Dois pontos serão fundamentais para desempatar essa competição que são a ousadia e experiência dos competidores, já que seus carros tem condição de igualdade para todos os seus pilotos.

A rodada dupla realizada no circuito paulistano tiveram entre outros destaques o retorno do paulista Felipe Gama que disputou as temporadas de 2006 e 2007 da Stock Car e  que há cinco anos estava afastado das pistas e a estreia dos pilotos Marcello Sant’anna e Pedro Queirolo. Falando um pouco sobre as corridas em si. Na primeira, houve a alternância de posições na liderança da prova durante e só na última volta em que houve definição. O piloto Elias Júnior, que largou na 16ºposição conseguiu ultrapassar o então líder Décio Rodrigues na curva do lago e conseguiu segura-lo até a bandeirada final.

A segunda corrida sofreu um atraso de 80 minutos em razão da forte chuva que castigou a região do autódromo. Logo após a direção de prova liberar a pista para a corrida, vimos todos os pilotos adotarem certa cautela, o que fez diminuir qualquer possibilidade de disputa. Com isso, o domínio foi completo do piloto Marçal Mello, que venceu sem grandes dificuldades.

Na classificação do campeonato, Elias Júnior lidera a Audi DTCC com 38 pontos, oito a mais que a dupla Marçal Mello e Vanuê Faria. O atual campeão, Elias Azevedo, completa os três primeiros com 26 pontos depois de um quinto e um quarto lugares nesta rodada de abertura.

A Audi DTCC prossegue no dia 31 de março com mais duas corridas no Autódromo Internacional Nelson Piquet em Brasília.  

Fonte: Coluna – Pelas Pistas

Você também pode gostar...