Em nova geração, Porsche 911 chega ao Brasil por R$ 639 mil

A alemã Porsche lançou o novo Porsche 911 Carrera S no mercado brasileiro. O modelo, que já está em sua sétima geração, chega no País nas configurações cupê e cabriolet, por R$ 639 mil e R$ 699 mil, respectivamente. É a primeira vez que a marca de Stuttgart traz as duas juntas ao Brasil. Uma terceira configuração, o Carrera Turbo, é esperada para o segundo semestre deste ano.

Apesar de uma queda de 40% nas vendas do primeiro trimestre, Marcel Visconde, presidente da Stuttgart Sportcar – importadora oficial da Porsche no Brasil -, disse que o objetivo é que sejam vendidas 65 unidades do novo 911 até o final do ano. Desses, 50 seriam da configuração cupê e 15 cabrio.

Para impulsionar o Carrera S, a Porsche escolheu o motor 3.8 l com 400 cavalos, que trabalha junto ao câmbio PDK de sete marchas – a versão manual de sete velocidades só chega ao País por encomenda. A velocidade máxima pode chegar a 302 km/h e a marca de zero a 100 km/h é realizada em 4s3.

Entre as mudanças mais significantes do 911 estão a bitola dianteira mais larga, e a distância entre-eixos – que cresceu 2,5 cm. O modelo também é o primeiro esportivo da Porsche com função Start/Stop automática, que "apaga" o motor quando o veículo está parado. A intenção é prevenir o motor de funcionar desnecessariamente em ponto morto.

Segundo a marca, a sétima geração do 911 tem 90% dos componentes novos ou aperfeiçoados. Em termos visuais, o esportivo alemão aparece com luzes dianteiras com faróis bi-xenon de série e entradas de ar laterais maiores. Os retrovisores externos não partem mais na coluna A. Na traseira, o destaque fica para o spoiler mais largo, com regulação variável. No interior, a alavanca de câmbio ficou em posição mais elevada, mais perto do volante. No painel central, uma tela de sete polegadas sensível ao toque é usada para controlar funções como navegação e computador de bordo. Os assentos esportivos ainda têm ajuste elétrico de quatro posições.

A Porsche crê que está sozinha no segmento. Mas jogando no mesmo apelo esportivo e com potência similar está o Audi R8, com propulsor 4.2 l FSI de 430 cavalos de potência – por R$ 610.500. A também alemã Mercedes-Benz tem a CL 500, com motor 4.6 l de 435 cavalos de potência. Mas a "intenção" não é exatamente a mesma. Além disso, a Mercedes tem a SLS AMG, só que muito mais potente e furiosa que o 911. O modelo tem motor 6.2 l de 571 cavalos de potência.

Leia mais:

Blindagem de carros: Kit da DuPont para blindados agora no Brasil

MT – Prefeitura de Juína irá promover leilão de veículos e sucatas

Mais barato, Gol afasta perigo do Uno na primeira quinzena

Fonte: invertia.terra

Você também pode gostar...