Etapa da Moto 1000 GP de Campo Grande supera todas as expectativas

Confira o clipe com imagens exclusivas na cobertura Carros e Marcas:

Quarta das oito etapas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade de 2015, o GP Campo Grande superou as expectativas da organização do Moto 1000 GP. As corridas das categorias GP 1000, GP 600, GP Light e GPR 250 e as ações promocionais desenvolvidas pela direção do evento e pelas marcas parceiras reuniram no Autódromo Internacional de Campo Grande no último domingo (26) um público superior a 21.000 torcedores.

“Foi uma etapa de inovações. Em termos de participação do público, foi uma das melhores das cinco temporadas do Moto 1000 GP”, definiu o promotor da competição, Gilson Scudeler. “Nós recebemos mais de 2.000 convidados no paddock, nos camarotes dos nossos parceiros e no Club Vip GP, ainda tivemos uma participação surpreendente nas arquibancadas e na área reservada ao público, que acomodaram 19.000 torcedores”, estratificou.

A demanda pôs à prova o trabalho da equipe de produção. “No meio da manhã a fila de automóveis na rodovia ao lado do autódromo chegou a quase três quilômetros, isso sem contar que milhares de torcedores, como acontece nas etapas do Moto 1000 GP, foram para o autódromo com suas motocicletas”, observou Scudeler. “O movimento foi até maior que o esperado, mas nosso staff estava bem preparado para atender o volume de visitantes”.

A primeira ação voltada à torcida aconteceu no sábado (25), quando um motopasseio preparado no centro da cidade chegou ao autódromo logo após a sequência de treinos classificatórios do GP Campo Grande. A atividade reuniu mais de 320 motociclistas, que puderam percorrer algumas voltas pela pista de corridas e participaram de sorteio de credenciais de paddock e vários outros brindes oferecidos pelos patrocinadores do Moto 1000 GP.

Clipe dos Bastidores do Evento com fotos de S. Santos:

“Um fator que marcou a etapa de Campo Grande, particularmente, foi o grande envolvimento das concessionárias de várias marcas de motocicletas, inclusive de marcas que não disputam as corridas”, destacou Scudeler. “Essas empresas vestiram a camisa do Moto 1000 GP, participaram de todo o trabalho de promoção e prepararam seus hospitality centers no autódromo para receber seus convidados. Foi uma grande festa do motociclismo”, resumiu.

A adesão do público sul-mato-grossense à proposta do Moto 1000 GP na quarta etapa da temporada de 2015 foi suficiente para que Gilson Scudeler confirmasse, ainda no domingo, a inclusão de Campo Grande no calendário do Brasileiro de Motovelocidade do próximo ano. “Essa acolhida que tivemos mais uma vez nos dá a certeza de que o Moto 1000 GP está em casa em Campo Grande e que vamos voltar, sim, em 2016”, declarou.

O autódromo teve arquibancadas lotadas no domingo em Campo Grande, durante as corridas do Moto 1000 GP. Foto: Rodrigo Ruiz/Grelak Comunicação
O autódromo teve arquibancadas lotadas no domingo em Campo Grande, durante as corridas do Moto 1000 GP. Foto: Rodrigo Ruiz/Grelak Comunicação

As motocicletas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade utilizam a gasolina Petrobras Podium e o óleo lubrificante Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da Michelin, que fornece pneus a todas as equipes participantes. O Moto 1000 GP também conta, em sua quinta temporada de história, com apoio de Beta Ferramentas, Puig, MSR Macacões Personalizados, Servitec, LeoVince, Shoei e Tutto Moto.

Mais de 300 motociclistas participaram do motopasseio de sábado, que teve o autódromo como ponto de chegada. Foto - Rodrigo Ruiz/Grelak Comunicação
Mais de 300 motociclistas participaram do motopasseio de sábado, que teve o autódromo como ponto de chegada. Foto – Rodrigo Ruiz/Grelak Comunicação

Texto: Grelak Comunicação

Você também pode gostar...