Microsoft recheia Ford Mustang 1967 com tecnologia

A Microsoft e a oficina modificadora norte americana West Coast Customs se uniram para “atualizar” um clássico norte-americano: o Mustang 1967. A partir da réplica de uma carroceria do modelo, as duas empresas fizeram um muscle car recheado com o que há de mais novo em termos de tecnologia de informação e entretenimento. O carro faz parte do “Projeto Detroit”, cujo objetivo é estimular o desenvolvimento de aplicativos e componentes tecnológicos para os carros do futuro.

O exterior revela as mudanças visuais feitas pela West Coast Customs, como os LEDs azuis na grade dianteira e nas rodas, e a pintura preta com acabamento fosco. Os dispositivos do interior do carro ficaram por conta da Microsoft. Entre eles, um smartphone da Nokia, que usa o Windows 7 como sistema operacional e tem um aplicativo que permite localizar, abrir, fechar e até ligar o carro à distância.

O modelo ganhou painel de instrumentos completamente digital e um head-up display que exibe as principais informações do carro e do sistema de navegação. Assim como alguns dos modelos mais modernos da Ford, o muscle car renovado conta com o sistema Sync. Um tablet instalado na frente do banco do carona permite que o passageiro navegue na internet usando o sinal WiFi do carro, ou ainda que ele desfrute do videogame Xbox 360 com dispositivo Kinect (que reconhece os movimentos de quem joga).

Uma modificação do Kinect possibilita que se passe de uma música para a outra com apenas um gesto. Sensores de movimento na dianteira e na traseira alertam o condutor sobre a presença de objetos ou pessoas. Com chassi e interior do modelo igual ao do Ford Mustang 2012, o modelo é animado por um motor V8 de 5.0 L de 412 CV. 

Leia também:

Ralis da Mitsubishi invadem estância turística de São Pedro

Gigante na área: Ram 2500 de volta ao Brasil

NIissan inicia vendas do Tiida sedan 2013

Fonte: Autocosmos/Argentina

Você também pode gostar...